Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/08/17 às 14h38 - Atualizado em 8/11/18 às 16h46

Parceria Governo de Brasília/Sebrae começa a capacitar empresários

COMPARTILHAR

Palestras, cursos e oficinas serão nas ADE’s

Começa nesta quinta-feira (10) um programa de capacitação para empreendedores e empresários instalados nas 17 Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADE’s) do Distrito Federal. O programa é mais uma parceria entre o Governo de Brasília e o Sebrae e será desenvolvido graças a um convênio do estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Esse convênio chega a R$ 180 milhões para investimentos em desenvolvimento econômico. A verba para as obras de revitalização do Polo JK – R$ 66 milhões – vem desse convênio. Para o programa de capacitação, serão destinados R$ 5 milhões, divididos em duas parcelas. O contrato para a liberação da primeira parcela – R$ 2,4 milhões – foi assinado nesta quarta-feira (9). A segunda parcela virá até dezembro, quando se encerra o programa.

 

Serão 245 atividades de capacitação aplicadas por 355 Agentes de Orientação Empresarial nas ADE’s, todos cadastrados pelo Sebrae. Haverá palestras, oficina e cursos – parte com foco específico na competitividade – elaborados a partir do diagnóstico que os agentes começam a fazer nesta quinta-feira. “A meta é fazer três mil diagnósticos das necessidades de empreendedores e empresários e prestar mais de oito mil horas de consultorias”, informa a subsecretária Maria Auxiliadora França, responsável, na SEDES, pelo programa Procidades. Ela frisa que “a capacitação deve alcançar toda a cadeia produtiva” e cita como exemplo uma indústria alimentícia. “Não é apenas o produtor do alimento final quem deve e vai receber a capacitação. Aquele que produz o insumo também será capacitado”, explica Auxiliadora.

 

Para participar do programa de capacitação, o empreendedor e o empresário precisam possuir CNPJ, ou seja, têm que estar formalizados junto ao Governo de Brasília. As turmas serão organizadas pelas próprias lideranças empresariais dentro das ADE’s e as atividades poderão ocorrer em escolas, tendas armadas em locais públicos e auditórios de empresas.