Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/10/17 às 15h45 - Atualizado em 8/11/18 às 16h47

Planetário terá palestras na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

COMPARTILHAR
Astro rei será destaque, incluindo observação pelo telescópio

 

 

O palco principal da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

deste ano será o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, mas o evento terá programação também em outros locais. Um deles será o Planetário de Brasília, um dos xodós de quem mora na capital do País. O local, voltado para educação científica e tecnológica e também para o turismo, vai receber quatro palestras entre os dias 26 (5ª feira) e 29 de outubro (domingo). Veja a Programação no final da matéria.

O ciclo de palestras cumprirá um dos objetivos principais da Semana Nacional: levar ciência e tecnologia de forma simples à população. “Os palestrantes vão levar educação e conhecimento científico numa linguagem que a população vai entender como a ciência acontece”, adianta o secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Tiago Coelho.

Duas dessas palestras terão o Sol como assunto principal. Em uma delas, o físico Ildeu de Castro Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, vai falar sobre o último eclipse solar (quando a lua fica entre o Sol e a Terra), ocorrido em agosto deste ano. Ildeu explicará à plateia o que aprendemos com a última ocorrência do fenômeno e o que esperar da próxima, que será em 2019.

No dia seguinte, o professor do Instituto de Física da UnB, José LeonardoFerreira e Rodrigo Miranda Cerda, ambos do Observatório Astronômico de Brasília, conversam sobre o clima espacial. Após a palestra, haverá observação do sol com os telescópios solares do Planetário.

 

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem entrada franca, inclusive nas palestras no Planetário, onde a população nunca paga para entrar. Para o Planetário só é pedido que quem puder leve 2kg de alimento não perecível (menos sal) e garrafas Pet, utilizadas nas oficinas com crianças. Não é necessária a inscrição para participar das palestras, mas é bom chegar com antecedência, pois a Cúpula Giordano Bruno, onde ocorrerá um dos encontros, é o lugar com maior capacidade de público do
Planetário e nela cabem 80 pessoas, sendo dois assentos para obesos.